Regime Próprio de Previdência Social do Município de Itambé


Itambé, Estado de Pernambuco


Previdência teve arrecadação recorde em março
No mês passado, a arrecadação da Previdência registrou uma marca histórica, mas o déficit também não pára de crescer
24/04/2009
A arrecadação foi recorde, mas não suficiente para equilibrar as contas. 

Em março, a Previdência arrecadou R$14,2 bilhões, 10% a mais do que no mesmo mês do ano passado, mas as despesas também subiram 10% e ultrapassaram R$17,3 bilhões. Resultado: déficit de três bilhões, cento e trinta milhões de reais, 12% maior do que em março de 2008. 

De acordo com o Ministério da Previdência, o aumento do salário mínimo, que este ano passou a ser pago em fevereiro, foi um dos fatores que pesaram na conta. O reajuste dos demais benefícios do INSS também contribuiu.

De olho nos números, o secretário de Políticas de Previdência Social diz que o déficit não vai fugir do controle e que a Previdência vai ajudar a manter a economia aquecida. 

“A despesa da Previdência, o pagamento dos benefícios é uma rede de segurança muito importante. Os benefícios da Previdência Social ajudam no combate aos efeitos do ciclo econômico da crise econômica, mantém o consumo em particular, o consumo das famílias elevado e com certeza ajudam na recuperação da economia local”, diz Helmut Schwarzer, secretário de política de Previdência Social. 

Mas esse professor da universidade de Brasília não concorda. Acha que crise pode aumentar o desemprego e diminuir a arrecadação, o que faria o déficit da Previdência aumentar ainda mais. 

“A preocupação é ver como a economia vai se comportar nos próximos meses e os sinais que tem por aí não são positivos. E então, esses são números que preocupam”, diz José Matias Pereira, especialista em contas públicas da UNB.

Fonte:G1.